News24Sporting

Sportinguistas: Rúben Amorim deixa mensagem antes do dérbi – saiba mais

Sportinguistas: Rúben Amorim deixa mensagem antes do dérbi - saiba mais

Rúben Amorim tem registo ‘nulo’ face às ‘águias’

Rúben Amorim, treinador do Sporting que já foi jogador do Benfica, tem um balanço nulo nos confrontos com os ‘encarnados’, com dois triunfos e dois desaires, sendo que já ganhou na Luz, mas pelo Sporting de Braga.

Na ronda 21 da I Liga 2019/20, em 15 de fevereiro de 2020, os ‘arsenalistas’ deslocaram-se à capital e triunfaram por 1-0, graças a um golo nos descontos da primeira parte, apontado por João Palhinha, de cabeça, na sequência de um canto.

Palhinha e Amorim fizeram história, pois tratou-se da primeira vitória bracarense na Luz para o campeonato desde a longínqua temporada de 1954/55 — então, em 24 de outubro de 1954, o ‘herói’ do 0-1 tinha sido Imbeloni.

Nas duas outras visitas à Luz, já ao comando do Sporting, Rúben Amorim já não teve a mesma sorte, pois os ‘leões’ perderam os dois encontros, ambos pela diferença mínima.

Amorim contabiliza vitórias no primeiro e no último jogo com o Benfica, mas, pelo meio, perdeu por 2-1 na Luz, o seu primeiro dérbi como treinador do Sporting, que, com este desaire, deixou fugir o terceiro lugar do campeonato.

Na 34.ª e última jornada da I Liga 2019/20, que terminou apenas no final de julho, culpa da pandemia de covid-19, o Sporting precisava de pontuar na Luz para segurar o terceiro lugar, mas perderam-no para o Sporting de Braga.

Os ‘verde e brancos’ ainda ameaçaram pontuar, quando, aos 69 minutos, Sporar restabeleceu a igualdade, ‘anulando’ o tento inaugural, de Seferovic, aos 28, mas, aos 88, o brasileiro Vinícius deu o triunfo ao ‘onze’ de Nélson Veríssimo, num tento inicialmente anulado, por fora de jogo, que o videoárbitro (VAR) corrigiu.

Na época passada, o Sporting entrou campeão na Luz, na 33.ª e penúltima ronda, mas precisava de pontuar para manter a invencibilidade, o que não conseguiu, ao perder por 4-3.

Seferovic, aos 12 e 49 minutos, o segundo de penálti, Pizzi, aos 29, e Lucas Veríssimo, aos 37, escreveram a única derrota na prova dos ‘leões’, pelos quais marcaram Pedro Gonçalves, aos 45+1 e 77, o último de grande penalidade, e Nuno Santos, aos 62.

Rúben Amorim, jovem técnico de 36 anos, defrontou três vezes o Benfica na Luz e uma em Alvalade, na temporada passada, conseguindo vencer por 1-0, graças a um golo de Matheus Nunes, apontado já nos descontos.

Desta forma, o registo do atual treinador do Sporting face ao Benfica é de uma igualdade total, também em matéria de golos, com seis marcados e seis sofridos.

O encontro entre o Benfica e Sporting, da 13.ª jornada da I Liga de futebol de 2021/22, está marcado para sexta-feira, no Estádio da Luz, em Lisboa, a partir das 21:15.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo