News24Porto

Juízes recusaram fazer buscas ao universo do FC Porto

Correio da Manhã’ avança que Carlos Alexandre participou recusa dos colegas ao CSM

Três juízes do Tribunal de Instrução Criminal do Porto recusaram participar numa operação liderada pelo juiz Carlos Alexandre, em que se investigavam os negócios de futebol, alegando que eram visitas de casa dos dirigentes azuis-e-brancos e sentiam-se constrangidos de participar na diligência, avança este sábado o Correio da Manhã.

Aconteceu em março de 2020 e o incidente foi participado pelo juiz do ‘Ticão’ ao Conselho Superior da Magistratura.

 

Carlos Alexandre teve de recorrer a outros juízes e na vez seguinte que voltou ao Norte, no final do ano passado, para fazer buscas aos negócios do futebol, já não pediu ajuda aos magistrados do Porto. Foi acompanhado de juízes de Lisboa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo