Porto

ÚLTIMA HORA: Pai De Luis Díaz afirmou que o filho doeu-lhe por deixar o FC Porto, saiba mais

Luis Manuel Díaz é um pai radiante pelo sucesso fora do comum do filho Luis, que teve no FC Porto a sua porta de entrada estrondosa na Europa, suscitando depressa outros amores, transformados em namoros endinheirados e casamentos apoteóticos. Luis Díaz já virou coqueluche e astro encantador em Anfield pelo seu talento descomunal, deixando a nação portista inquieta pela sua partida mas com uma memória decididamente arrebatadora, tantos foram os momentos de fantasia, que endoideceram e envaideceram as bancadas, espalharam deleite pela Europa e pelo mundo. Em cima do jogo com o Sporting – Díaz marcou na primeira volta e selou empate em Alvalade a um golo – o professor Mane, assim é tratado, garante a atenção do filho ao que acontecerá no clássico do Dragão, que poderá deixar a equipa azul e branca muito mais folgada na busca da sua grande meta.

 

«Ele queria muito voltar a ser campeão. Nas entrevistas passava esse foco. Teve a oportunidade de conquistar grandes coisas no FC Porto, que foram muito importantes para ele. Está tranquilo, em parte doeu-lhe deixar a equipa e não continuar até final da época, mas esta é a vida de um desportista, surgem outras oportunidades e há que aproveitar», precisou o pai de Luis Díaz em conversa com A BOLA, virando agulha para o embate de hoje com o Sporting.

 

«Está à espera que ganhem esse jogo. Para que no final possam também ser campeões, porque Luis também o será. Ele é muito agradecido ao clube, sempre foi de trato amigável com todos no FC Porto. Por isso gostavam dele e permanece essa proximidade, desejando boa sorte nesta caminhada. Tem as suas conversas com Pepe, Uribe, Corona, que também saiu agora, Otávio, Mbemba… Não esquece o Manafá, apoiava-o muito nesta infelicidade que teve», conta Luis Manuel, figura decisiva a empurrar Lucho para os relvados, iniciando-o num campo pelado de Barrancas. O menino frágil, que gerava desconfiança pelas suas debilidades atléticas, fez-se o mais notável jogador do atual futebol colombiano com um enorme empurrão do FC Porto e também de Sérgio Conceição.

 

«Deixou Portugal muito orgulhoso e contente. O FC Porto foi uma experiência bonita e grandiosa. Aprendeu muitas coisas que lhe deram muita potência e força para alcançar o que alcançou. O FC Porto está no seu coração pelo acolhimento que teve. Ele sabe a forma como os portistas vibraram com ele e não o esquecem. Tem um enorme respeito pelo treinador e pelo presidente, porque foram fantásticos com ele. Esteve em grande plano no período em que representou o FC Porto. Foram dois anos e meio muito bons e marcantes. A cidade adorou-o, há um sentimento recíproco de carinho e orgulho», destaca, lendo o efeito de 125 jogos e 42 golos. Mas também muitas assistências e dribles inebriantes.

Fonte: Abola.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo