Benfica

ÚLTIMA HORA: Francisco J. Marques: «Darwin empurrou de forma inapropriada o Eduardo Oliveira, saiba mais

 

Situação ocorrida durante os festejos do golo do FC Porto no clássico da Luz, segundo o diretor de comunicação portista

Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, voltou à carga para apontar o dedo a uma situação ocorrida entre Darwin e Eduardo Oliveira, elemento da equipa técnica dos dragões, enquanto os jogadores do FC Porto festejavam o golo de Zaidu. O responsável portista considerou “inapropriada” a reação do jogador do Benfica e lembrou que se fosse do FC Porto as consequências seriam outras.

“No sábado vimos de relanço o jogador Darwin a empurrar de forma inapropriada o Eduardo Oliveira, elemento da equipa técnica do FC Porto, e esse facto não mereceu qualquer tipo de abertura de inquérito, foi considerado normal. Se fosse um jogador do FC Porto estava criada uma campanha mediática para criar um ambiente que permitisse a suspensão do jogador do FC Porto. Foi contra isso que os nossos jogadores, a nossa equipa técnica e os nossos jogadores tiveram de lutar, por isso é que este título tem um sabor especial, porque nunca fomos tão atacados como este ano”, referiu Francisco J. Marques, no Porto Canal.

De resto, o diretor de comunicação dos dragões, considerou “justíssimo” o título do FC Porto, destacando o papel “inacreditável” de Sérgio Conceição. Quanto à série de invencibilidade no campeonato, foi quebrada devido a “uma tarde muito infeliz do senhor Hugo Miguel”.

“Foi um campeão justíssimo, o recorde de invencibilidade acabou devido a uma tarde muito infeliz do senhor Hugo Miguel, que normalmente não tem muita sorte nos nossos jogos. O mérito é todo dos jogadores, do Sérgio Conceição, que pelo quinto ano consecutivo supera os 80 pontos. Do ponto de vista desportivo não há nada a dizer. O desempenho da equipa é extraordinário, o desempenho de Sérgio Conceição é inacreditável, difícil de acreditar que fosse possível atingir, um domínio avassalador. Nos jogos contra os nossos rivais, para o campeonato, nunca perdeu com o Sporting, com o Benfica perdeu duas, mas ganhou cinco, não vai ser fácil bater isso, é uma qualidade de resultados incrível. Os nossos adversários foram sendo obrigados a alterar o discurso, não podem atacar na formação, porque o Sérgio mostrou um trabalho incrível a esse nível. Não há forma de nos atingir, aconteceu num ano como nunca o FC Porto foi atacado, foi alvo desde o início do campeonato. O campeonato começou a dizerem que não íamos pagar salários, estamos em maio e o FC Porto não tem salários em atraso e é campeão nacional. Continuaram o ataque sem cessar-fogo ao Pepe, ao Taremi, foi feita uma campanha sobre Taremi, o Sérgio Conceição foi permanentemente atacado, temos um treinador de classe mundial, um presidente como sempre, após ser campeão, foi atacado por este tipo de gente, o engenheiro Luís Gonçalves foi derrubado e suspenso, um sem número de situações incompreensíveis”, reportou ainda.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo