Porto

ÚLTIMA HORA: Presidente do Palmeiras justifica preço de Veron: Lesões, vida extra campo difícil, saiba mais

 

Leila Pereira diz que os 10 milhões de euros representam o valor atual do jogador

A transferência de Gabriel Veron para o FC Porto continua a dar que falar no Brasil. Especialmente por causa do valor da operação, ‘apenas’ 10,5 milhões de euros, uma soma bem distante daquela que Abel Ferreira, em 2020, previu, quando considerou ser “impossível” o Palmeiras vender o jogador “por menos do que o Neymar foi vendido ao Barcelona”. Abel apontava aí a um valor acima dos 57 milhões de euros, mas a realidade, dois anos depois, foi outra. E isso ‘obrigou’ Leila Pereira, a presidente do Verdão, a justificar-se esta terça-feira.

“Se ele pudesse ser vendido por mais, certamente seria vendido. Jamais prejudicaria um ativo do Palmeiras. O Veron foi vendido pelo valor dele hoje. O que foi há dois anos e meio… Já tive 20 anos, mas agora já não tenho. É hoje. Se no passado valia mais, ele não estava à venda. Hoje o valor dele é este, daqui a um, dois anos pode ser outro. Temos de avaliar o mercado atual”, começou por justificar a líder do Verdão.

Por outro lado, Leila Pereira admitiu que a fase recente do jovem acabou por ajudar a dar força a este desfecho. “Foi eleito melhor jogador [do Mundial Sub-17] há dois anos e meio e isto valoriza, óbvio. Hoje, em virtude de lesões, de não ter participado em muitos jogos, uma vida extra campo meio difícil, complicada. O melhor para o atleta e para o Palmeiras foi negociá-lo, sem dúvida. E torço para que ele faça muito sucesso na Europa, entendeu? E que retome estes valores que vocês acham que ele vale”, acrescentou.

Veron, recorde-se, custou 10,5 milhões de euros ao FC Porto, tendo o Palmeiras ficado com 80% dessa verba, qualquer coisa como 8,4 milhões de euros.

Fonte: Record.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo