Sporting

ÚLTIMA HORA: Palhinha: Esgaio? Só se apagarem as redes sociais é que o mal acaba,saiba mais

Médio português gostava de ver insultos na Internet com condenação mas não sabe de que forma

João Palhinha debruçou-se sobre um problema vigente no futebol português e mundial referente à forma como as pessoas tendem a reagir, ‘saltando’ para as redes sociais, de forma a condenar e até insultar um futebolista. O médio do Fulham.

“É impossível… Só se apagarem as redes sociais é que o mal acaba. Não acredito que isso algum dia seja condenado. Eu falo de mim. O que mais me custa no final do jogo é ter noção que fiz um mau jogo, não é propriamente as mensagens que recebo. A frustração que temos no final dos jogos é o que nos mata. Acredito que seja assim com todos. Claro que gostamos de receber mensagens a insultarem a nossa família mas acho que vai ser sempre assim. Isto é um problema de mentalidade. Isto devia começar a ser condenado, não sei é como. Da nossa parte, dos jogadores, é não darmos importância. Para a semana, se o Esgaio fizer uma assistência já vai ser um jogador top. E ele é top. Ele, melhor do que ninguém, sabe como lidar com isto. Mas ninguém gosta de passar por isto, mesmo as nossas mulheres, que levam muitas vezes com as ‘bombocas’”, constatou em declarações ao Canal 11.

Matheus Nunes

“Do lado do Sporting é sempre melhor que ele não saia. Mais tarde ou mais cedo, isso vai sempre acontecer. Um jogador como o Matheus encaixa em qualquer campeonato. O Rúben [Amorim] ajudou muito a potenciá-lo. Na época em que fomos campeões já era um jogador que se destacava, apesar de não ter o tempo de jogo de hoje em dia. Cresceu a olhos vistos. É um jogador com uma intensidade fantástica.

Paulinho

“Temos a mania de meter pressão nos jogadores. Estamos a crucificá-lo sem razão de ser. É um jogador que dá tudo. O facto de não fazer golos num jogo, dois… Temos de agir com naturalidade. O Rúben [Amorim] tem o trabalho de o manter motivado, mas o Paulinho é forte psicologicamente. É deixá-lo usufruir dos momentos que tem no jogo e ele vai dar a volta por cima. Os jogadores têm fases. Ele tem uma cabeça forte e não se deixa afetar.”

Melhor onze dos jogadores com quem atuou

“A guarda-redes colocava o Max [Luís Maximiano] ou Igor Stefanovic, com quem me cruzie no Moreirense. Vou jogar num 3x4x3. Na defesa meto o Neto, Domingos Duarte e Nuno Santos, do lado esquerdo. No corredor direito meto o Gelson Martins. No meio-campo o Daniel Bragança e o Vitor Gomes. No corredor esquerdo meto o João Mário. Para a frente escolho o Trincão, Tabata e Jovane”

De: Record.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo